O PROCESSO DE REUTILIZAÇÃO DE PNEUS NO BRASIL

template - ingo pneus

Nosso país é uma potencia em desenvolvimento. Com isso começa-se a ter de se preocupar com questões que o avanço tecnológico em diversas áreas da indústria trazem, a reutilização dos pneus é um exemplo claro disto.

A preocupação destinada a isto transcende a questão ambiental e começa a penetrar no campo da economia das empresas fabricantes de pneus. Pois elas começam a perceber o quanto pode ser vantajoso financeiramente a reutilização destes itens.

A indústria pneumática no Brasil atualmente

Atualmente, as empresas instaladas em nosso país estão, cada vez mais, preocupadas com a evolução da concorrência internacional. As empresas estrangeiras oferecem produtos de alta qualidade e com preços competitivos, resultados dos investimentos realizados ao longo destes anos na Automação Industrial e outros fatores. Seja na área produtiva, controle de materiais, controle de qualidade, embalagens, produtividade, segurança, entre outros, estas organizações estão procurando a melhor solução para enfrentar a concorrência acirrada provocada pelas necessidades de consumo cada vez maior em nosso planeta. E caminho encontrado está relacionado na Automação.

Os pneus e o meio ambiente

Em geral, atualmente, está havendo uma grande conscientização por parte das indústrias no que diz respeito a reutilização de pneus e isso vem tendo bons resultados. O problema é que existe alguns pneumáticos que não é possível realizar este processo, são os chamados inservíveis. E quando eles são jogados inadequadamente no meio ambiente, isso pode gerar grandes problemas.

Os inservíveis dispostos inadequadamente em logradouros públicos ou terrenos baldios requer uma atenção especial, pois, além desses materiais constituírem um passivo ambiental, são expressivos componentes na geração de resíduos sólidos resultando em sério risco à saúde pública, pois podem servir de criadouros para micro e macro vetores, ou, ainda, serem queimados a céu aberto, liberando carbono, dióxido de enxofre e outros poluentes atmosféricos

Acrescenta-se, a isso, fato de que cada pneu, quando queimado, libera cerca de dez litros de óleo que podem percolar pelo solo até atingir a água do subsolo, contaminando-a. Ainda, quando dispostos em aterros sanitários, por apresentarem baixa compressibilidade, os pneus reduzem a vida útil dos aterros existentes, como também, por absorverem os gases liberados pela decomposição de outros resíduos, podem inchar e estourar a cobertura desses aterros.

Reutilização de pneus

Constata-se que embora existam algumas legislações sobre resíduos sólidos, há falta de políticas públicas nos vários níveis de governo, que visem eliminar passivo ambiental existente de forma mais eficaz, e promovam a prevenção e a minimização de resíduos sólidos especiais, com especial atenção para a criação de incentivos que ampliem ciclo de vida útil dos pneus e priorizem na etapa pós-consumo a reutilização e a reciclagem.

Face à necessidade de dar segurança e garantia ao consumidor final é que a indústria de recapagem vem importando a estrutura (carcaça) a qual é de melhor qualidade, pois no Brasil como não há Lei que controle uso dos pneus e as estradas não propiciam uma conservação adequada, os brasileiros acabam por utilizar pneu até a lona, comprometendo a estrutura metálica do pneu, tornando a recapagem impossível.

Quando as empresas brasileiras de remoldagem importam pneus usados para servirem como matéria-prima, eles se utilizam de critérios de qualidade dos pneus estrangeiros, vez que no país de origem os pneus usados são classificados conforme a possibilidade de reforma.

Pneus de qualidade em Curitiba

A Ingo pneus atende o mercado de Curitiba a mais de 20 anos. Somos a revendedora autorizada em Curitiba da Michelin. Vendemos Pneus para motos e caminhonetes também. Para mais informações, ligue: (41) 3015-9080 / (41) 3029-4017 ou acesse nosso site: www.ingopneus.com.br