Manutenção de veículos, qual fazer?

A manutenção é essencial para aumentar a vida útil de um veículo, melhorar seu rendimento e claro acrescentar uma segurança maior para você durante a rodagem de seu automóvel, prevenindo assim possíveis acidentes que poderiam ocorrer por falhas de algum elemento. Assim é importante que todo automóvel passe por manutenções, seja ela preventiva ou corretiva, confira as características de cada uma e assim descobrir qual se encaixará melhor para você.

O que é manutenção de veículos

Basicamente os diferentes tipos de manutenção de um veículo existem para prevenir que você busque pela manutenção apenas quando seu automóvel já estiver com algum problema evidente. As manutenções funcionam tanto para descobrir futuros problemas quanto para consertar aquilo que já não estava em perfeitas condições, então, para não sobrecarregar seu carro e fazer as devidas manutenções apenas quando o mesmo lhe proporcionar problemas é importante que você conheça as diferentes manutenções e qual realizar.

Tipos de manutenção

  • Manutenção preventiva:

    A manutenção preventiva é uma das mais recomendadas pois possui a característica de ser realizada periodicamente, independentemente se seu veículo possuiu falhas ou não, com ela você conseguira sempre manter um bom funcionamento dos elementos do seu carro; a falta dessa manutenção pode fazer com que “pequenas” falhas comecem a surgir e justamente por serem “pequenas” você não a percebe e aos poucos o que era um erro pequeno pode se tornar uma dor de cabeça para você. A manutenção preventiva tem como objetivo “prever” futuras possibilidades de problemas que seu veículo possa ter, realizando ajustes e reparos para evitar os mesmos.

    Durante a manutenção preventiva, fique atento para revisar os seguintes componentes:

  1. Pneus:

    Itens essenciais e que não podem deixar de serem revisados, é importante sempre manter a boa calibragem, alinhamento e geometria correta dos mesmos, prolongando sua vida útil e mantendo a segurança durante a rodagem.

  2. Freios:

    A manutenção dos freios é recomendada a cada 10mil quilômetros rodados, nos freios itens essenciais como: discos de freio, pastilhas, tambores e diversos outros itens que compõe o sistema de frenagem do automóvel são checados, assim sendo imprescindível que você cuide dos mesmos.

  3. Correias:

    Apesar de serem peças mais “simples e baratas” as correias não podem ser ignoradas durante as verificações, um veículo pode possuir até quatro tipos de correias, sendo que a mais importante é chamada de correia dentada, a mesma está presente dentro do motor e é peça importante para o funcionamento do mesmo, sua substituição é recomendada a cada 50mil quilômetros.

  4. Suspensão:

    A suspensão está ligada a funcionalidade dos pneus e é um dos componentes que mais sofrem desgastes durante a rodagem do automóvel, o mesmo possui a função de manter a estabilidade e absorver os impactos do veículo, se tornando mais um item indispensável durante a manutenção.

  5. Óleo do motor:

    A troca do óleo é um dos itens mais recorrentes na revisão de seu veículo, o óleo é um dos itens que garantem o bom estado do motor então é essencial que a troca ocorra a cada 6 meses, você pode verificar semanalmente o nível de óleo no reservatório e garantir que a troca seja feita corretamente.

  6. Filtros:

    Um veículo possui diversos filtros, como por exemplo o filtro de combustível, o mesmo impede a entrada de possíveis partículas de sujeira que possam vir do motor; outro filtro é o do ar-condicionado, que tem como objetivo barrar qualquer pó, sujeira ou substancia que possa lhe fazer mal. Também é importante realizar a manutenção e troca destes filtros periodicamente.

  • Manutenção corretiva:

    Manutenção corretiva é feita quando já existe um componente falho em seu veículo, tendo a finalidade de corrigir ou substituir os mesmos. A manutenção corretiva pode ser opção no momento em que uma peça apresenta falhas inesperadas ou simplesmente deixa de funcionar, muitas vezes estas peças poderiam ser descobertas e solucionadas com a realização da manutenção preventiva.

    Essa manutenção não é a mais vantajosa nem a mais econômica, tendo em vista que para a realização da mesma um componente de seu veículo já está danificado isso fará com que o tempo de conserto e gastos para o mesmo sejam maiores.

  • Manutenção detectiva:

    Garante a segurança e bom funcionamento dos equipamentos de seu veículo, nesta manutenção os equipamentos são testados em movimento/funcionamento afim de que possíveis falhas possam ser rapidamente descobertas e prevenidas. Com ela se é possível aumentar a vida útil dos aparelhos de seu carro e diminuir os custos de reparo dos mesmos.

  • Manutenção Preditiva:

    O objetivo desta manutenção é observar e avaliar o estado dos equipamentos de seu veículo, verificando se os mesmos estão funcionando corretamente e prever o tempo de vida útil que a peça ainda possui, assim o usuário possui uma noção maior de por quanto tempo conseguira utilizar certas peças de seu carro e quando será necessário fazer a troca de cada uma.

Quando é indicado fazer a manutenção do carro?

Cada veículo é único e exclusivo, sendo assim não existe uma resposta universal para esta questão, você precisara levar em conta e considerar o manual de revisões que a montadora de seu carro disponibilizar; neste manual a montadora leva em consideração a durabilidade dos equipamentos utilizados e os testes de segurança feitos no carro antes do mesmo ser colocado à venda.

Entretanto se você não possui este manual você poderá adaptar o calendário de manutenção conforme o desgaste de seu veículo, se você por exemplo costuma viajar muito ou andar por terrenos mais íngremes ele precisara de reparos mais frequentes.

Já se você possui um automóvel que fica muito tempo parado a recomendação é de que realize manutenções a cada 6 meses ou quando atingir 10mil KM rodados; mesmo que você o utilize pouco isso não o impede de apresentar falhas e desgastes.

Qual tipo de manutenção escolher

A manutenção preventiva é definitivamente a melhor e mais recomendada para você e seu carro, ela possui um custo benefício melhor e impede que você venha a ter problemas maiores com seu automóvel. Se você quiser garantir 100% que seu carro não sofrera com problemas em momentos inesperados poderá realizar a manutenção preventiva e preditiva juntas; desta forma você realizara a manutenção corretiva apenas em momentos extremos como em caso de possíveis acidentes.

Os melhores pneus para você

Ótimo! Agora que você conhece os diferentes tipos de manutenção veiculares, quando e qual utiliza-los você com certeza conseguirá melhorar a vida útil dos componentes de seu veículo, e falando neles, passe na Ingo Pneus e confira os melhores pneus que garantirão maior conforto e segurança para você e seu carro.