Quanto tempo dura um pneu novo?

pneus

Sempre que é necessário fazer a troca dos pneus do carro, vem aquela velha e persistente dúvida: quanto tempo dura um pneu novo? Independente da qualidade e marca, os pneus possuem vida útil e devem ser avaliados com frequência nos veículos.

Para manter a qualidade dos pneus, antes de mais nada, é importante estar atento na manutenção do veículo. Os cuidados com o carro são fundamentais. Observando desempenho de motores, alinhamentos, balanceamentos e suspensões de seu automóvel, poderá garantir o aumento de durabilidade dos pneus.

Evitar problemas e principalmente o risco de acidentes em estradas ou no trânsito das cidades é imprescindível. Pensando nisso, o artigo de hoje aborda a durabilidade dos pneus. Acompanhe a leitura e saiba quanto tempo dura um pneu novo.

Quanto tempo em média é a vida útil de um pneu novo?

Existem controvérsias sobre a durabilidade do pneu. Os fabricantes garantem vida longa a eles, desde que o motorista siga regras para mantê-los em ordem. Porém, nem sempre é possível deixar os pneus com resistência igual de quando foram instalados.

Isso porque pode variar a frequência com que o motorista precisa utilizar seu veículo, se costuma dirigir por longos períodos, se trafega em estradas cheias de buracos, praças de pedágio, dentre outros pontos que precisam ser observados.

Em geral, há informações de que os pneus novos podem durar de cinco a seis anos. E ainda há dúvidas se podem ter dez anos de vida útil. Mas, como dito antes, tudo dependerá da flexibilidade e desempenho do automóvel.

A borracha que compõem os pneus tem a possível durabilidade de até seis anos. Os componentes do material garantem a elasticidade, aderência e densidade das peças, e garantem melhor desempenho aos veículos. Com o passar do tempo, o pneu começa a perder seus componentes, ficando enrijecido, menos elástico e sem autonomia.

Essas perdas podem ter consequências sérias, como a falta de resistência e atrito no solo e até problemas de frenagem do veículo. Em casos mais sérios, os pneus correm o risco de estourarem. Se não houver manutenção adequada, os problemas mais graves podem acontecer em até dez anos. E seu carro perderá completamente a resistência.

Quilometragem

Um pneu novo pode rodar entre 10 mil e 80 mil quilômetros. Mas é difícil estabelecer um número preciso, pois isso depende de vários fatores. As condições de uso e por onde o carro trafega, são essenciais para avaliar a durabilidade dos pneus.

A partir daí, vem mais uma dúvida persistente. Quando saber que é hora de trocar os pneus do carro? Neste detalhe, o motorista precisa apelar para o teste visual, observando se as peças apresentam desgastes, estão lisas, que representam o “pneu careca”, e se há descolamentos e rachaduras no entorno dos pneus.

Quando trocar os pneus?

Esse item é importante. Em cada pneu, existem os TWI, Tread Wear Indicator. São indicadores que ficam na banda de rodagem dos pneus. Quando eles atingem o nível máximo de desgaste, é hora de fazer a troca dos equipamentos.

Os TWI são pequenas barras que ficam entre os sulcos dos pneus. Quando a altura da borracha atingir a marca, não demore a fazer os reparos. Lembre-se, pneus em maus estados de conservação ainda são um dos principais causadores de acidentes de trânsito. Principalmente em dias de chuva.

Por que ocorrem os desgastes do pneu?

Ao questionar quanto tempo dura um pneu novo, você nota que esse detalhe não pode passar despercebido na manutenção de seu carro. Entre muitos fatores que podem gerar o desgaste dos equipamentos, há uma série de medidas que deverá observar. Veja o que pode gerar a perda de vida útil dos pneus.

  • Más condições de áreas de trânsito;
  • Falta de manutenção periódica nos veículos;
  • Não realizar rodízio dos pneus;
  • Ausência de balanceamento;
  • Falta de calibragem;
  • Não realizar checagem periódica no motor do veículo.

Esses detalhes são indispensáveis, pois sem um check up o carro adoecerá. A troca de componentes e peças do motor é sugerida, pois ajudam a limpar carburadores, tanques e não prejudicarão o atrito dos pneus no solo.

Dicas para prolongar a duração dos pneus

Há muitas formas de garantir a durabilidade dos pneus e o bom desempenho de seu carro. Seguindo as regras, não haverá motivos para preocupação. São detalhes que até podem gerar despesas extras, mas serão fundamentais para garantir a durabilidade do automóvel e conforto aos passageiros. Confira!

Vias públicas

Um transtorno sem tamanho aos motoristas. Esse é um fator determinante para a vida útil dos pneus. Se estiver dirigindo sobre vias em péssimas condições de manutenção, não haverá pneus que resistam muito tempo. Diariamente, as oficinas recebem muitos veículos com problemas em suspensão, de eixos e pneus, devido à falta de conservação de asfaltos.

Rodízio de pneus

Esse detalhe é simples de realizar. Em geral, os pneus dianteiros sofrem mais desgaste que os traseiros. Então, a dica é realizar o rodízio dos pneus. Mantenha sempre dois pneus de reserva. Quando perceber que os dianteiros estão desgastados, faça a troca pelos traseiros. Assim, eles desgastarão por igual e terão mais durabilidade. E mantenha os outros guardados.

Peso do veículo

Você já deve ter vistos carros que estão com a parte traseira quase tocando o solo. Se você tem hábito de transportar cargas ou objetos de peso, o que é frequente em automóveis de transporte, tome cuidado com o volume de itens. Eles podem pesar o veículo e impactar na resistência dos pneus. Faça sempre uma análise proporcional do que pode transportar. Se não puder evitar, confira sempre o estado dos pneus.

Qualidade dos pneus

Para ter certeza sobre quanto tempo dura um pneu novo, não basta apenas conservá-lo. É muito importante avaliar o fabricante. Por isso, antes de comprar, verifique se há o selo de qualidade do Inmetro. A inspeção do órgão é garantia de que as peças foram submetidas a rigorosos critérios de produção e testes finais.

Motor do carro

É bastante relevante estar sempre de olho nas condições do motor. Para que não haja problemas de esforços mecânicos, superaquecimento ou desgaste de peças, cheque essa parte periodicamente. O desempenho do motor também influencia nos pneus e evitará que o veículo sofra problemas de estabilidade.